30/11/2020 - Teatro-dança - TECENDO DIÁLOGOS (temporada online)


Em dezembro, o coletivo As Caracutás, apresenta temporada online (gratuita) do espetáculo de teatro-dança Tecendo Diálogos, criado e dirigido pelas intérpretes Ester Lopes e Monica Soares com preparação corporal de Mika Rodrigues.

As sessões acontecem nos dias 17, 18, 19 e 20 de dezembro, de quinta a domingo, às 19h30, pelo Facebook @ascaracutas e pela página de um coletivo convidado. Após cada transmissão, Ester e Monica conversam com os espectadores sobre as histórias das mulheres do Parque são Rafael, região metropolitana de São Paulo, que inspiraram a montagem. A temporada vem acompanhada pela oficina Do Pilates às Danças Brasileiras, no dia 9 de dezembro (quarta, às 16h), ministrada pelas atrizes.

O espetáculo

Tecendo Diálogos é “pesquisa em movimento”, cujo foco está nas lutas e nos saberes das mulheres da região do Parque São Rafael e imediações. O universo dos valores femininos norteia o espetáculo como uma procura pela força da resistência e do cuidado, pela paixão e inocência – dualidade peculiar ao feminino.

A linguagem cênica reúne artifícios teatrais (incluindo o teatro narrativo) junto às danças populares brasileiras e ao canto em diálogo com a estética contemporânea. A força e leveza da dança e do trabalho de corpo são fundamentais para as histórias das 12 mulheres: histórias que invertem os valores machistas, traçando paralelos e unindo mulheres em suas diversidades. “O corpo feminino carrega muitos traços, tanto do cerceamento quanto da expressividade: pode ser fechado ou aberto para o que está a sua volta”, comenta Ester Lopes.

Monica e Ester recriam as vivências dessas mulheres em diálogos cênicos que partem das lembranças da infância, da juventude e da sabedoria trazida pelo tempo. O espetáculo mergulha no estado do corpo em cada expressão de vida, seja ela alegre, agitada, tímida, cuidadosa ou acanhada. “São personagens reais e corajosas que carregam a simplicidade como beleza, que espelham um mundo futuro de igualdades, desejos comuns à maioria de nós”, reflete Monica Soares. O enredo passa pelos lugares do trabalho, da relação com o próprio corpo, da violência sexual, da fé, da espiritualidade e da maternidade. Cada personalidade é também traduzida por um ritmo da tradição popular (jongo, frevo, carimbó, samba, coco, maracatu rural, batuque de umbigada, ijexá, caboclinho, capoeira). “Para contar as histórias vamos além do corpo: usamos nossos corpos como instrumento de expressão para as cenas”, explicam.

SERVIÇO - Programação

Oficina: Do Pilates às Danças Brasileiras
Com: Ester Lopes e Monica Soares – As Caracutás

Data: 9 de dezembro. 
Horário: Quarta, às 16h
Inscrições a partir de 30/11 – pelo Facebook – @ascaracutas.
Plataforma: Google Meet. Duração 90 min.
Grátis.
Livre.

A proposta da oficina Do Pilates às Danças Brasileiras, como o próprio nome indica, é conectar as práticas do método pilates a algumas danças presentes nas manifestações populares da cultura brasileira. O pilates estimula o corpo de forma completa nos exercícios, aumentando a mobilidade, a flexibilidade, a força e o tônus muscular. As manifestações brasileiras nos fazem acessar memórias corporais ancestrais, muitas vezes esquecidas na correria diária. A integração do pilates com as danças brasileiras propicia um melhor condicionamento físico e o reencontro de quem pratica consigo mesmo. Desta forma, além dos benefícios para o corpo, em equilíbrio com a mente, as duas artistas do corpo, atrizes e educadoras contribuem para preservar e manter vivo os ensinamentos das caboclas(os) do nosso país. Os benefícios de ambas as práticas vão além do físico, em busca do bem estar integral.

Espetáculo: Tecendo Diálogos

Datas: 17, 18, 19 e 20 de dezembro.
Horário: Quinta a domingo, às 19h30.
Grátis.
Classificação: 12 anos.
Duração: 60 min.
Gênero: Teatro-dança.

  • 17/12  Transmissão + bate-papo: 
    Histórias de Francisca e Clotilde

Facebook / @ascaracutas e @gruporosasperifericas

  • 18/12  Transmissão + bate-papo: 
    Histórias de Adriana e Elisa

Facebook / @ascaracutas e @coletivaemana

  • 19/12  Transmissão + bate-papo: 
    Histórias de Tata e Neide

Facebook / @ascacacutas e @FemiSistahs

  • 20/12 Transmissão + bate-papo: 
    Histórias de nossas avós, mães e nossas histórias

Facebook / @ascaracutas e @favelagaleriaopnicomvida

As Caracutás – O coletivo, fundado, em 2017, por Ester Lopes e Monica Soares (artistas e educadoras residentes em regiões periféricas), pesquisam as artes do corpo (dança e teatro) com foco na cultura popular brasileira e suas intersecções com o contemporâneo nas grandes cidades. O trabalho é calcado em fomentar e estudar as artes junto à população periférica, diante da escassez de equipamentos culturais nessas regiões.

FICHA TÉCNICA

Texto, dramaturgia e direção: As Caracutás. 
Elenco: Ester Lopes e Monica Soares. 
Depoimentos: Adriana da Silva, Clotilde Luiza de França, Elza Maria Lopes de Souza, Erineide dos Santos Almeida, Francisca Pereira Barbosa, Jacira Celestino Ribeiro da Silva, Maria Terezinha Pedro, Maria Eliza da Silva Lyrio, Celeide da Silva Lyrio dos Santos, Ester Lopes e Monica Soares. 
Preparação e direção corporal: Mika Rodrigues. 
Sonoplastia: Mika Rodrigues e Rodrigo Dias. 
Arranjos musicais: Mika Rodrigues e Anderson Machado. 
Operação de som: Thabata Bluntrit. 
Iluminação: Everton Santos e As Caracutás. 
Orientação de iluminação: Gabriela Cerqueira. 
Operação de luz: Jhuly Souza. 
Figurino e adereços: Isa Santos. 
Cenário: As Caracutás. 
Cenotécnica: Thabata Bluntrit. 
Fotografia/espetáculo e filmagem/entrevistas: Andressa Santos. 
Filmagem/espetáculo: Mazze Filmes. 
Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação. 
Produção geral e idealização: As Caracutás. 
Produção executiva: Pião Produções Artísticas. 
Produção gráfica: Valter de Oliveira Silva. 
Social media: Jhuly Souza. 
ApoioVAI – Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais 2019, da Prefeitura Municipal de São Paulo

Voltar