05/02/2021 - Saber ouvir um feedback pode ser mais importante do que o quão alto é o seu développé


Como você pode se tornar um bailarino mais treinável? Assim como  técnica, requer prática. Ainda mais nos tempos atuais, em que o desafio tem sido, muitas vezes, as aulas no ambiente virtual.

Aí vão algumas dicas para você: 

Anote as correções. 

Anotar suas correções não apenas ajuda a absorver as informações, mas também pode servir como um diário. Conforme você avança, você pode olhar para trás e ver todos os comentários que recebeu.

Não leve para o lado pessoal

 Os bailarinos às vezes podem levar o feedback construtivo para o lado pessoal, especialmente porque seu corpo é o seu instrumento. Thigpen pede que seus alunos pensem nela como uma treinadora em vez de uma crítica. Ela acha que isso os ajuda a separar as notas sobre seu trabalho de quem eles são como pessoa. E lembre-se de que receber críticas construtivas normalmente significa que seu instrutor vê potencial em você.

Faça perguntas. 

Não tem certeza do que seu professor quer dizer com "cavar mais fundo"? Pergunte! Às vezes, é necessária uma segunda demonstração.

Não fique frustrado. 

Se você já ouviu "Mantenha os ombros abaixados" 100 vezes e ainda não está na barra, lembre-se de que aplicar feedback nem sempre é instantâneo. É tudo uma questão de tornar isso um hábito, diz Melissa Bobick, professora assistente e diretora do programa de balé da Universidade de Utah. Os professores não estão esperando uma mudança imediata

Ouça as correções de todos. 

Um dos benefícios das videoaulas ao vivo é que você poderá ouvir todo o feedback que seu instrutor oferece aos seus colegas e, provavelmente, você também poderá aplicá-lo à sua própria dança.

Dê seu feedback. 

Veja este momento como uma chance de assumir o controle de seu treinamento e prática para o mundo profissional, diz Bobick. "Este é o início da mudança para os alunos serem seus próprios professores."

Se o feedback parecer destrutivo: pode haver momentos em que um professor dá feedback de uma forma que faz você se desligar. Se precisar, saia da situação. Faça uma pausa para ir ao banheiro ou saia. Depois da aula, converse com seu professor sobre como as críticas o fizeram se sentir e pergunte se ela pode ser reformulada de forma mais construtiva. Embora essa conversa possa ser desconfortável, ela pode abrir um precedente para uma comunicação saudável.

Esperamos que tenha te ajudado, até a próxima!

Toda sexta-feira estamos aqui com novos conteúdos no BLOG.

Voltar