08/02/2021 - Teatro Inominável apresenta o projeto "dentro das casas"


A companhia Teatro Inominável apresenta, de 07 a 11 de fevereiro, o projeto “dentro das casas”, com exibição online do monólogo “dentro” e encontros virtuais com representantes de espaços culturais de referência para o Rio de Janeiro, como a Casa do Jongo da Serrinha – sede do grupo Jongo da Serrinha, situada no pé do Morro da Serrinha em Madureira; a Laban Rio, antigo sobrado em Laranjeiras que abriga a Cia. Regina Miranda & Atores Bailarinos; o Museu da Maré, no Complexo da Maré – 1º museu comunitário da América Latina; e o Terreiro Contemporâneo, localizado em um antigo sobrado no Centro da cidade, afirmando-se como um importante quilombo urbano. Todos esses espaços culturais seguem, a duras penas, resistindo nesta pandemia.

As lives, que acontecem sempre às 20h nos perfis da companhia Teatro Inominável, irão abordar temas que a peça “dentro” explora, tais como: ancestralidade, o lugar da mulher à luz de sua época e a importância de se resgatar e contar histórias. Além disso, também serão debatidas as trajetórias dos artistas (e dos espaços) convidados e as estratégias de cada um deles para sobreviver nesse quase um ano de pandemia.

“A proposta dos encontros virtuais é revelar a história de espaços culturais importantes da cidade do Rio de Janeiro. Esses espaços promovem ações culturais muito preciosas há anos e merecem maior visibilidade e cuidado, sobretudo nesse contexto de pandemia”, explica a atriz Laura Nielsen, que dá vida à Leonor do monólogo “dentro”.

A abertura do projeto será no domingo, dia 07/02 às 20h, com Lazir Sinval, cantora e coordenadora artística do Jongo da Serrinha, e Deli Monteiro, presidente da Casa do Jongo da Serrinha. O espaço, que oferece aulas de jongo adulto, além de dança, música, inglês, capoeira, costura e arte gratuitamente a crianças e adolescentes da comunidade, está fechado desde março de 2020 sem previsão de abertura. “Precisamos preservar a vida dos nossos Jongueiros, por isso só vamos abrir quando tivermos segurança. Enquanto isso, seguimos com algumas atividades online, com uma campanha de arrecadação no site Benfeitoria e, dentre outras coisas, com o projeto de escrever um livro, ainda esse ano, sobre o Jongo da Serrinha”, afirma Lazir, que promete cantar no encontro.

No dia 08/02 a conversa será com Regina Miranda, coreógrafa, diretora teatral e gestora cultural, fundadora da Laban Rio, sede da Cia. Regina Miranda & Atores Bailarinos que completou 40 anos em 2020. O espaço passa por dificuldade financeira, podendo culminar no seu fechamento definitivo. “O impacto da pandemia foi arrasador porque, sendo um casarão antigo, do início do séc. XX, é uma estrutura de difícil e custosa manutenção. Talvez o Laban fique fechado definitivamente porque não acho que será possível fazer frente às despesas”, lamenta Regina.

O papo do dia 09/2 será com Marilene Nunes, contadora de histórias e coordenadora da Biblioteca Elias José e da Brinquedoteca Marielle Franco do Museu da Maré. O fechamento do Museu teve um impacto mais social do que financeiro já que o espaço não cobra pela visitação. “Não tivemos perda financeira, pois as atividades do museu são gratuitas, mas perdemos toda a relação com as pessoas. Não temos previsão para a abertura, não sabemos quando de fato ocorrerá a imunização com a vacinação em massa”, destaca Cláudia Rose, coordenadora do Museu da Maré.

E para encerrar os encontros, Gatto Larsen, criador da Cia Rubens Barbot – o mais antigo grupo afro-brasileiro de dança contemporânea – e diretor do Terreiro Contemporâneo. “Tivemos um impacto grande, pois as reservas financeiras acabaram e as contas continuam chegando. Nossa previsão é abrir, se possível, em julho com uma programação impactante, incluindo aulas de dança e um espetáculo moçambicano. Tudo depende da pandemia”, destaca Gatto Larsen, que também é ator, diretor de arte e atuou, ao lado de seu companheiro Rubens Barbot, no filme “Esse amor que nos consome” (2012).

O projeto “dentro das casas” tem o apoio do Fomento à Todas as Artes – Lei Aldir Blanc – da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura.

Espetáculo Dentro
Com dramaturgia de Diogo Liberano, direção de Natássia Vello, atuação de Laura Nielsen e produção de Clarissa Menezes, o monólogo “dentro” estará disponível no Youtube durante todo o evento. Na peça, uma mulher de 40 anos volta à casa de sua família para um café com suas antepassadas mortas. A partir desse resgate de memórias, ela mergulha num processo de autoconhecimento, questionando suas escolhas e seu lugar no mundo hoje. Além disso, a protagonista abre reflexão sobre assuntos que participam da história dessas mulheres, tais como a escravidão, a maternidade e a condição de subordinação da mulher em nossa sociedade.

Teatro Inominável
O Teatro Inominável surgiu em 2008 na graduação de Artes Cênicas: Direção Teatral da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é composto pelos artistas, pesquisadores e produtores Andrêas Gatto, Clarissa Menezes, Diogo Liberano, Flávia Naves, Gunnar Borges, Laura Nielsen, Márcio Machado, Natássia Vello e Thaís Barros. Em 12 anos de trajetória, realizou três edições da mostra de artes da cena Mostra Hífen de Pesquisa-Cena, além dos espetáculos e performances Não Dois (2009), Vazio é o que não falta, Miranda (2010), Como cavalgar um dragão (2011), Sinfonia Sonho (2011), Concreto armado (2014), O narrador (2014), poderosa vida não orgânica que escapa (2016), Nada brilha sem o sentido da participação (2017), dentro (2019) e YELLOW BASTARD (2019).

SERVIÇO

“Dentro das casas”
Data: 07 a 11 de fevereiro
Horário: lives sempre às 20h
Local: redes sociais do Teatro Inominável (instagram, youtube e facebook)
Ingresso: gratuito
Classificação etária: livre

Programação

07\02 início da temporada online do monólogo “dentro” e

live com Lazir Sinval, cantora e coordenadora artística do Jongo da Serrinha e Deli Monteiro, presidente da Casa do Jongo da Serrinha.

08\02 live com Regina Miranda, coreógrafa, diretora teatral e gestora cultural, fundadora da Laban Rio e da  Cia. Regina Miranda & Atores Bailarinos.

09\02 live com Marilene Nunes – contadora de histórias e coordenadora da Biblioteca Elias José e da Brinquedoteca Marielle Franco do Museu da Maré.

10/02 live com Gatto Larsen, criador da Cia Rubens Barbot – o mais antigo grupo afro-brasileiro de dança contemporânea- e diretor do Terreiro Contemporâneo.

11\02 – encerramento da temporada online do monólogo “dentro”

Voltar