22/02/2021 - "À MESA", do bailarino e coreógrafo pernambucano Henrique Lima


O espetáculo, que estreou em 2019, foi contemplado com o PROAC “LAB” - Lei Aldir Blanc e terá mais seis apresentações transmitidas ao vivo pela plataforma Instagram nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro e dias 05,06 e 07 de março. 

Todas as apresentações são gratuitas através da plataforma Instagram e serão exibidas no perfil do próprio Henrique Lima (@henrilima) e de mais dois bailarines do elenco, a Daniela de Moraes (@dani.de.moraes) e o Ricardo Januário (@ricardojanuario). 

Sobre o espetáculo - À MESA Henrique Lima, 2019

O ponto de partida do trabalho foi a pesquisa de movimento desenvolvida e aplicada durante a criação do solo O Último Dia do bailarino Henrique Lima.

Dita pesquisa se foca na criação de uma vivência e/ou um estado, a partir do "outro corpo" como referência, seja este real ou imaginário. No caso específico de A MESA a fricção se desenvolve no encontro e conexão entre os cinco artistas-criadores que repetidamente questionam qual deles é o "corpo referência" enquanto usam a improvisação como uma das ferramentas de diálogo.

O desejo artístico e as experiências cênicas coletivas foram o motor principal no fortalecimento do espetáculo, contribuindo e provocando novas possibilidades de relações entre o "eu" e o "outro" num mesmo lugar.

Duração: 40min.

Sobre Henrique Lima 

Bailarino, coreografo e pesquisador. Natural de Recife (PE), onde iniciou seus estudos de dança em 1991.Fez parte de importantes companhias do cenário nacional e internacional como Balé Popular do Recife, Compassos Cia de Dança, Vias da Dança, Cisne Negro Cia de Dança, Balé Da Cidade De São Paulo, Quasar Cia De Dança, J.Gar.Cia, Companhia Portuguesa De Bailado Contemporâneo (Lisboa), Grua – Corpos de Passagem, Omstrab, Pultz Teatro coreográfico entre outras.

Indicado ao Prêmio APCA de Dança em 2016, com o espetáculo GRAXA (Henrique Lima e Diogo Granato). Ganhador do Prêmio Denilto Gomes 2015 de Criação Solo, com o espetáculo O Ultimo Dia.

Trabalhou com importantes coreógrafos da cena contemporânea como Henrique Rodovalho, Rui Moreira, André Mesquita, Mario Nascimento, Jorge Garcia, Patrick Delcroix, Itzik Galili, Nina Botkay. Na África participou de um processo artístico que somava as danças populares africanas com dança contemporânea e a percussão. Como Coreógrafo atuou na Companhia de bailado De Ourinhos (STAC e UNTAR), Balé da Cidade de São Paulo (No Toque) Vias da Dança-PE (Só Pó) J.Gar.Cia (Cantinho De Nóis), Cisne Negro (Vem Dançar). No ano “Brasil na França” foi responsável por ministrar aulas de capoeira na dança contemporânea. Além de trabalhos com artistas independentes, se apresentou nas principais capitais do Brasil e em países como Alemanha, França, Portugal, Paris, Espanha, África, Chile, Peru, Argentina, Bolívia entre outros.

FICHA TÉCNICA

Direção e Concepção: Henrique Lima
Elenco (ordem alfabética): Cristiano Bacelar Daniela de Moraes Henrique Lima Manuela Aranguibel Ricardo Januário
Produção Executiva: Caroline Zitto
Assistente de Produção e Comunicação: Leo Mattos
Operação de Luz: Rossana Boccia
Operação de Som/Trilha Sonora: Henrique Lima
Figurino: Juliana Andrade
Cenário: Leo Ceolin
Captação de Vídeo: Aimê Uehara

 

 

Voltar