× O ClickOnDance vai mudar! Em breve novidades sobre a nova experiência de aulas online que estamos preparando para você. Nosso portal segue com atualizações diárias e uma curadoria especial com dicas do mundo da dança. Acompanhe também nosso instagram: www.instagram.com/clickondance

12/07/2022 - Temporada Alfa de Dança chega a 19ª edição e traz 9 companhias


Em sua 19ª edição e buscando sempre apresentar o que há de mais interessante no cenário da dança, a Temporada Alfa de Dança 2022 privilegia consagradas companhias brasileiras apresentando algumas de suas obras mais icônicas, bem como aguardadas estreias, com bailarinos e coreógrafos que são destaques pelo mundo. Este ano a programação, tradicional no calendário cultural de São Paulo, reúne companhias consagradas ao lado de gratas e novas surpresas, além de bailarinos e coreógrafos que são destaques pelo mundo. São sete companhias, sendo seis nacionais – Grupo Corpo, São Paulo Companhia de Dança, Cia de Dança Deborah Colker, Mimulus Cia de Dança, Cisne Negro Cia de Dança, Balé da Cidade de São Paulo - e uma internacional, Sankai Juku.  Também entram na programação os espetáculos GISELLE, com a Bolshoi Brasil, Escola Bolshoi (Joinville, SC), e O QUEBRA-NOZES, com a Cisne Negro Cia. de Dança (São Paulo, SP). A Temporada Alfa de Dança 2022 tem o apoio de Alfa Impacta Mais, Rede D’Or, Lacta, Magazine Luiza, Bain Company, Chevrolet Serviços Financeiros e Whirlpool.

Foto: Cisne Negro - Esperar o Inesperado

                                                                                                       PROGRAMAÇÃO 

GRUPO CORPO (Belo Horizonte – MG)

Programa: Onqotô (2005) e Gil (2019)
Temporada: 11 a 21 de agosto 
Com 46 anos de história, a companhia mineira reflete em suas criações a pluralidade e complexidade do país com criatividade, precisão e rigor, aliados à excelência técnica, que foram fundamentais para a construção de uma vigorosa e conceituada imagem da dança brasileira na cena internacional.
Valores: Plateia: R$ 200,00 | Balcão: R$ 100,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Quarta a Sexta-feira, 20h30 | Sábados, 20h | Domingos, 18h

SÃO PAULO CIA DE DANÇA (São Paulo – SP)

Programa: Estreia de duas obras, de Stephen Shropshire e Gal Martins, e Odisseia (2018), de Joëlle Bouvier.
Temporada: 27 e 28 de agosto

A São Paulo Cia de Dança, sob direção de Inês Bogéa, foi criada em 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo e faz um trabalho extremamente importante
no cenário da dança paulista, com criações de coreógrafos brasileiros e estrangeiros, projetos sociais e de memória. A São Paulo Companhia de Dança sobe ao palco do Teatro Alfa para apresentar duas estreias contemporâneas: uma criação do coreógrafo re­sidente da SPCD Stephen Shropshire que explora o diálogo entre música e movimento e outra assinada por Gal Martins inspirada pelas relações do ser humano com seu meio. O programa inclui ainda Odisseia (2018), de Joëlle Bouvier, que invoca um reencontro de cada um consigo mesmo.
Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sábado, 20h | Domingo, 18h

GISELLE – Bolshoi Brasil, Escola Bolshoi (Joinville, SC)

Temporada: 10 e 11 de setembro
A remontagem e produção do espetáculo Giselle para a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil são do mestre russo Vladimir Vasiliev. Cerca de 80 bailarinos compõem o elenco desta, que é uma obra com quase 200 anos de história e uma das preferidas de Companhias de Balé do mundo. Sobre a história balé Giselle - No programa, Giselle, um balé romântico em dois atos composto por Adolphe Adam sobre um libreto de Jules-Henri Vernoy de Saint-Georges e Théophile Gautier. O balé conta a história uma camponesa chamada Giselle, que padece de uma desilusão amorosa, após descobrir que seu amor já era noivo de outra pessoa, e tem como destaque as Wilis, espíritos de virgens que morreram antes de casarem, que levam os homens à morte pela dança.

Bolshoi Brasil

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil está há 22 anos disseminando a cultura e a arte pelo Brasil. Com a missão de formar artistas e cidadãos, a Escola Bolshoi se orgulha pelos 70% de alunos formados que atuam na área da dança, nos palcos do Brasil e do exterior, fomentando o acesso à arte e levando o nome do nosso país, estado e cidade para o mundo. Em 2022 a Escola Bolshoi tem 219 alunos, vindos de 20 estados brasileiros e 2 países.  A instituição concede 100% de bolsas de estudo para todos os alunos. Além de ensino gratuito, os alunos recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, assistência social, orientação pedagógica, assistência odontológica preventiva, atendimento fisioterápico, nutricional e assistência médica de emergência/urgência pré-hospitalar. Os alunos recebem educação, aprendem uma profissão, exercitam responsabilidade e constroem cidadania.
Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sábado, 20h | Domingo, 18h

CIA. DE DANÇA DEBORAH COLKER (Rio de Janeiro – RJ)

Programa: Cão sem Plumas (2017)
Temporada 28 de setembro a 2 de outubro
A companhia carioca volta ao Teatro Alfa com Cão sem Plumas, espetáculo que deu à Deborah Colker o Prix Benois de la Danse, considerado o ‘Oscar da Dança’, de melhor coreógrafa.
O espetáculo, baseado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto (1920-1999) é o primeiro espetáculo de temática explicitamente brasileira da companhia. Publicado em 1950, o poema acompanha o percurso do rio Capibaribe, que corta boa parte do Estado de Pernambuco. Mostra a pobreza da população ribeirinha, o descaso das elites, a vida no mangue, de “força invencível e anônima”. A imagem do Cão sem Plumas serve para o rio e para as pessoas que vivem no seu entorno.
O balé materializa as margens do Capibaribe no palco. Cenas de um filme realizado por Deborah e pelo cineasta pernambucano Cláudio Assis são projetadas no fundo do palco e dialogam com bailarinos cobertos de lama que evocam os movimentos de caranguejos no mangue. A coreografia constrói o bicho-homem explorando manifestações que são fortes em Pernambuco, como maracatu e coco, mas também se vale de samba, jongo, kuduro e outras danças populares.  Valores: Plateia: R$ 200,00 | Balcão: R$ 100,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Quarta a Sexta-feira, 20h30 | Sábado, 20h | Domingo, 18h

MIMULUS CIA DE DANÇA (Belo Horizonte – MG)

Programa: Por um fio (2009)
Temporada: 15 e 16 de outubro
Desde os anos noventa, a mineira Mimulus Cia de Dança vem priorizando uma proposta singular de retomada do tradicional repertório das danças de salão, mas sempre com o olhar armado na contemporaneidade. A companhia desrespeita os limites formais da sua base e criou um novo e exemplar conceito de dança contemporânea. Um lugar de criação artística entre a dança de salão e a dança contemporânea. Um lugar fronteiriço e de grande experiência acumulada, que propicia estímulo para inovações em suas produções. 
Em Por um Fio, a companhia transpõe o fascínio pelos bordados, escritos, amontoados de Arthur Bispo do Rosário, para o emaranhado de braços e corpos que bordam coreografias. Emaranhado de fios elétricos, filamentos das lâmpadas incandescentes que se confundem com os fios condutores das coreografias e com a sucata do trabalho dos bailarinos, que lhes servem de matéria prima para a composição da obra. O espetáculo Por um Fio é uma homenagem ao centenário de nascimento de Arthur Bispo do Rosário e aos 20 anos de sua morte e a todos aqueles que fazem a arte sem saber que fazem.Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sábado, 20h | Domingo, 18h

CISNE NEGRO CIA DE DANÇA (São Paulo, SP)

Programa: Lampejos (2022), de Andressa Miyazato, e a estreia de Esperar o Inesperado, de Maria Caruso
Temporada: 29 e 30 de outubro
A Cisne Negro Cia. de Dança, que todos os anos se faz presente em nossa programação com O Quebra-Nozes, trará a nova criação de Andressa Miyazato, coreógrafa e performer brasileira com trajetória consolidada na Europa, onde vive desde 2007.  Usando a linguagem da dança contemporânea e do Butoh, Andressa Miyazato constrói cenas que brincam com a ideia de temporalidade e com o conceito de linearidade do tempo e com sua memória afetiva da dança. Completa o programa, a estreia de Esperar o Inesperado, da norte americana Maria Caruso. A obra explora a paixão, sensualidade e a arte dos bailarinos para o qual foi criado. O espetáculo nasceu de uma residência de duas semanas da coreógrafa no Brasil, que gerou momentos significativos de apreciação e reflexão sobre as personalidades, desejos e interesses dos artistas, o trabalho mostra uma perspectiva mais pessoal dos bailarinos da companhia. Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sábado, 20h | Domingo, 18h

SANKAI JUKU (Tóquio, Japão)

Programa: Kosa - Between Two Mirrors (2022)
Temporada: 12 e 13 de novembro
Kosa - Between Two Mirrors
 é uma peça criada a pedido de teatros e festivais internacionais para a turnê mundial em 2022, pós pandemia de Covid. Kosa é composto por excertos de peças do repertório de Sankai Juku, recentemente retrabalhadas e reencenadas de forma a constituir uma obra própria de modo a dar luz à quintessência da arte das coreografias de Ushio AMAGATSU.
Sob a atual pandemia, senti que era necessário ter a intenção de repensar o mundo, olhando para o futuro, enquanto suportava a ansiedade alimentada pela incerteza. Assim, criei "KOSA – Between Two Mirrors". Escolhi as sequências e os intérpretes, com o forte sentimento de evocar o essencial nas minhas obras de acordo com a fragilidade presente dos nossos dias. Sem usar cenário, apenas dança pura e impressões visuais filosóficas, tentei fazer com que todos entrassem no meu universo com tanta curiosidade e comunhão quanto a nossa ao criar essas imagens e emoções.’ - Ushio AMAGATSU
Valores: Plateia: R$ 220,00 | Balcão: R$ 110,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sábado, 20h | Domingo, 18h

BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO (São Paulo, SP)

Programa: Adastra (2015) e Estreia 2022
Temporada 18 a 20 de novembro

Sob a nova direção, o Balé da Cidade volta ao Teatro Alfa com uma estreia especialmente criada para nossa temporada. A obra será de Cassi Abranches, coreógrafa e diretora da companhia, com música especialmente composta pelo grupo soteropolitano BaianaSystem, que promete um espetáculo, no mínimo, eletrizante. Completa o programa, Adastra (2015), criação do catalão Cayetano Soto, que também assina os figurinos e o desenho de luz, para a música de Ezio Bosso. Cayetano é um dos nomes de destaque na nova geração da dança contemporânea. Sua musicalidade apurada, a ousadia e a surpresa nos recursos da cena estão sempre presente em suas obras.
Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Sexta-feira, 20h30 | Sábados, 20h | Domingos, 18h

O QUEBRA-NOZES – Cisne Negro Cia. de Dança

Temporada: 9 a 18 de dezembro
O tradicional espetáculo O Quebra-Nozes é um clássico de Natal que faz parte do calendário de São Paulo e das principais cidades do mundo. A história de Clara e seu boneco Quebra-Nozes encanta adultos e crianças com a linda festa de Natal o passeio dos personagens pelo Reino dos Doces. A versão da Cisne Negro Cia de Dança já está em sua 39ª edição, e nem mesmo a pandemia conseguiu interromper a tradição!
Valores: Plateia: R$ 120,00 | Balcão: R$ 80,00 | Ingresso Popular: R$ 50,00
Classificação indicativa: Livre
Quarta a Sexta-feira, 20h30 | Sábados, 20h | Domingos, 18h

INGRESSOS À VENDA PARA TODOS OS ESPETÁCULOS

Bilheteria Teatro Alfa -  Por telefone - (11) 5693-4000 de segunda a sexta-feira das 11h às 16h, pagamento com cartão de crédito. Presencialmente: Teatro Alfa – Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 (sem taxa de conveniência).
Tiqueteira oficial: www.sympla.com.br (com taxa de conveniência)
Acessibilidade - motora e visual.
Estacionamento: Sala A – Com manobrista R$ 41,00 e Auto estacionamento (em frente ao teatro) R$ 35,00. Mais informações: www.teatroalfa.com.br/temporada2022

Prêmios APCA 2016 e Governador do Estado 2018

Desde sua inauguração em 1998, o Teatro Alfa realizou mais de 8.000 apresentações para um público de 3,6 milhões de pessoas, conquistando espaço relevante na cena cultural da cidade de São Paulo. Administrado pelo Instituto Alfa de Cultura, o Teatro Alfa é um teatro privado que mantem temporadas regulares nas áreas de dança e teatro infantil, apresentando também espetáculos musicais de grande porte, música erudita e popular e teatro adulto.  O Teatro Alfa foi idealizado para múltiplo uso e equipado com excelente mecânica cênica, iluminação e sonorização. A sua manutenção exemplar o mantém em perfeito estado de conservação e investimentos são feitos para constante atualização técnica. Com duas salas, os espaços são versáteis e acomodam todo tipo de espetáculo.

O Teatro Alfa acolhe com total adequação espetáculos de dança, óperas, orquestras, música popular, teatro e musicais, além de dispor de ótima infraestrutura para realização de congressos e seminários. Segundo a avaliação de artistas produtores, companhias e do público, o Teatro Alfa supera as expectativas por ser conduzido por uma equipe altamente qualificada, apta a receber produções sofisticadas e de grande exigência técnica. Na Sala A, com capacidade para 1110 lugares, a plateia foi projetada para envolver o palco, permitindo sua melhor exploração. De qualquer uma de suas poltronas, o público tem total conforto e uma visão privilegiada dos espetáculos.

Programas Sociais e Educativos

Os programas educativos e sociais que visam ampliar o acesso de jovens aos espetáculos e formar novos públicos vem se consolidando e aprimorando ano a ano. O projeto educativo Descobrindo o Teatro teve a participação de 8.500 jovens desde sua criação em 2003 e o Projeto Escola – que apresenta espetáculos infantis para alunos de escolas públicas e privadas – já recebeu 218 mil crianças nos últimos 17 anos. Em 2008 foi criado um Centro de Documentação e Memória que contém todo o acervo artístico do teatro, que foi recuperado, catalogado e organizado. Grande parte dessas informações estão disponíveis para acesso público no site do Teatro Alfa. Como reconhecimento do seu desempenho, o Instituto Alfa de Cultura-Teatro Alfa recebeu o Prêmio Governador do Estado 2018 na categoria Instituição Cultural.

Patrocínios

Para a viabilização de sua programação e de seus projetos socioeducativos, o Teatro Alfa conta com o apoio do Grupo Alfa e estabelece parcerias com empresas patrocinadoras. Seus projetos são inscritos nas leis federal e estadual de incentivo à cultura. A Temporada Alfa de Dança 2022 tem o apoio de Alfa Impacta Mais, Rede D’Or, Lacta, Magazine Luiza, Bain Company, Chevrolet Serviços Financeiros e Whirlpool.

Voltar