× O ClickOnDance vai mudar! Em breve novidades sobre a nova experiência de aulas online que estamos preparando para você. Nosso portal segue com atualizações diárias e uma curadoria especial com dicas do mundo da dança. Acompanhe também nosso instagram: www.instagram.com/clickondance

04/08/2022 - "Tempestade" e "V.I.C.A." - Balé Teatro Guaíra


Nesta sexta, sábado e domingo (5 a 7), o Balé Teatro Guaíra (BTG) recebe o público com os espetáculos contemporâneos “Tempestade”, criação de Mário Nascimento e trilha de Fábio Cardia; e “V.I.C.A.”, com coreografia de Liliane de Grammont e trilha de Ed Cortes. 

As duas obras, segundo Luiz Fernando Bongiovanni, diretor do Balé Guaíra, buscam a conexão com povos ancestrais e africanos, com o ritmo no papel de elemento central. “O ritmo nas suas várias formas musicais, do hip-hop ao passinho, do rock’n’roll ao funk”, fala Bongiovanni. 

“Tempestade”

A coreografia “Tempestade”, desenvolvida por Nascimento – diretor do Corpo de Dança do Amazonas, que trabalhou anteriormente com as companhias Cisne Negro e Balé da Cidade – faz sua estreia nos palcos. A obra é inspirada na intensidade, nos extremos e na instabilidade, e conta com trilha sonora composta especialmente para a montagem. 

“V.I.C.A.”

A outra coreografia apresentada, “V.I.C.A”, foi o primeiro trabalho com público presencial do corpo de baile do Guaíra após as restrições impostas pela Covid-19 e traz elementos que vão do erudito ao funk. A sigla vem de questões do mundo pós-moderno que ficaram em evidência com a pandemia: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. A criação é de Liliane de Grammont, que foi bailarina do Theatro Municipal de São Paulo e tem formação pela Juilliard School, em Nova York.

Foto: VICA. | Foto: Maringas Maciel.

SERVIÇO
“Tempestade” e “V.I.C.A.” – Dança contemporânea com o Balé Teatro Guaíra
Data: 
5, 6 e 7 de agosto
Horário: sexta e sábado às 20h30, domingo às 18h
Local:  Guairão
Rua Conselheiro Laurindo, s/n – Centro
Ingresso: a partir de R$10 (meia) à venda no site Ticket Fácil

 

Voltar