01/02/2019 - Circo contemporâneo e dança acrobática no Sesc Santo Amaro/SP


Em fevereiro, o Sesc Santo Amaro recebe duas apresentações gratuitas que contemplam elementos circenses em suas produções. No dia 10, domingo, às 17h, o Bando Goliardxs apresenta “O Incrível Número Final”, uma mistura de espetáculo e show de variedades com a estrutura clássica que permeia o universo do circo e as especialidades do artista.

Na encenação, o jogo de cena do palhaço e os números de mágica e telepatia se unem a pirofagia e ao malabarismo para entreter, divertir e convidar o público para um misterioso desfecho final. Com o uso da música e atividades participativas, a trupe (que é formada por educadores e se uniu por meio de de encontros artísticos) conduzirá a plateia para o êxtase com muito riso e interação, trazendo a linguagem tradicional do picadeiro, da lona e da tenda para a Convivência da unidade.

No dia 23, sábado, às 17h, é a vez do espetáculo “Mar sem Beira”, com a Cia. Nós no Bambu, que também será apresentado na Convivência. Na montagem, indivíduos livres entram em cena para celebrar a possibilidade de vencer as fronteiras, navegando no mar sem fim, com o intuito de encontrar no diferente a semelhança que os une. Os atores levam em seus alforges as experiências e recordações de várias terras, fato que os tornam seres etnicamente híbridos.

 

MarsemBeira-fotoCarolineBueno_73_.jpg

                                                                      Espetáculo Mar sem Beira – Foto: Caroline Bueno

Nesse espetáculo de dança acrobática, a trilha sonora original foi criada por Samuel Mota, um multi-instrumentista de Brasília – DF, que utiliza elementos do deserto, da África e da própria latinidade. Os instrumentos artesanais feitos com bambu são usados como elementos que compõem a cenografia, a partir de pesquisas realizadas pela equipe teatral sobre este artefato que, em si, carrega a possibilidade mística na sua composição, contribuindo para essa mistura intrigante de corpos, bambu e movimento.

O espetáculo também fez parte do Festival Internacional Sesc de Circo, em 2017.

CIRCUITO_SESC_CAPIVARI_2018_ISABELA_BORGHESE_123_2019-01-22-20-43-58.JPG

                                                                         Cia Nós no Bambu – Foto Isabela Borghese
Bando Goliardxs

O bando GOLIARDXS é um coletivo de teatro, circo (e mais…), composto por quatro artistas e educadoras (es), com formação nas áreas de pedagogia, teatro, circo, música e dança. Com atividades iniciadas no ano de 2015, o bando desenvolve espetáculos, números circenses, intervenções cênicas e oficinas de maneira autônoma e itinerante, hoje com sede ao ar livre, em qualquer praça que seja possível se reunir, ensaiar ou apresentar, na Zona Norte da cidade de São Paulo.

Durante a trajetória de três anos o grupo circulou com com o espetáculo ‘O Incrível Número Final’ em: I e II Encontro de Incompletudes – zona Leste de São Paulo, Domingo a Bolonhesa – na Unesp/SP, 5ª Mostra Bagaceira com a Trupe Lona Preta – Zona Oeste de São Paulo, 18ª Convenção Brasileira de Malabarismo e Circo – em Goiânia, Ocupa Arte de Rua com Faísca Revolucionária – Santo André, XII Festival Sinfonia de Cães no Ponto de Cultura Nia Domo – Zona Norte-SP, Espaço Cultural Latino Americano – Centro de São Paulo, II Mostra de Teatro Casarão – Casa de Cultura da Vila Guilherme na Zona Norte de São Paulo. Realizou também a produção do 1° Encontro de Variedades Circenses do bando Goliardxs – Nia Varioj – no Ponto de Cultura Nia Domo na Zona Norte de São Paulo, e apresentações em praças e escolas públicas da cidade de São Paulo.

Cia. Nós No Bambu

Corpos, bambus e movimento: assim nasce a Cia. Nós No Bambu. Com seis anos de existência, seu repertório de dança acrobática sobre esculturas artesanais de bambu é mais uma faceta que se descerra do imprevisível Circo Contemporâneo. A grandeza velada desta arte peculiar se dá na adaptação constante de tato e força das intérpretes criadoras a este material natural suscetível às variações climáticas. São onze anos de pesquisa, que resultam em uma expressão poética inovadora.

Nós No Bambu iniciou suas atividades em 2003, como representante da vertente artística do Sistema Integral Bambu. O Integral foi criado pelo professor de Educação Física Marcelo Rio Branco e existe desde 1999.

O repertório da Companhia soma quatro espetáculos, além de diversas performances e números. Em 2008, Nós No Bambu levou ao grande público seu projeto mais ousado, até então: Uirapuru Bambu – espetáculo performático. Em 2010, estreou ULTRAPASSA!, inspirado nas provas de corrida de aventura. Em 2012 nasceu Desdobrar, montagem que originou o curta-metragem Desdobráveis. TEIA (paralaxes do imaginário) é a quarta montagem da Companhia.

O bambu, que sustenta os corpos dos acrobatas, dá origem a uma arte sustentável, por ser uma matéria-prima natural e renovável. Esta gramínea sempre desempenhou um papel importante no desenvolvimento da humanidade e, agora, impulsiona as intérpretes criadoras de Nós No Bambu a desafiar a gravidade e os limites humanos.

ESPETÁCULOS COM TEMÁTICA CIRCENSE E DANÇA ACROBÁTICA
“O INCRÍVEL NÚMERO FINAL” – Com o Bando Goliardxs
SERVIÇO

Data: Dia 10 de fevereiro, domingo.
Horário: 17h
Local: SESC SANTO AMARO - Convivência (Térreo)
Rua Amador Bueno, 505.
Classificação: Livre
Grátis
Bilheteria e horário da unidade:
 Terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30.

“MAR SEM BEIRA” – Com a Cia. Nós no Bambu 
Quando: Dia 23 de fevereiro, sábado
Horário: 17h
Local: Convivência (Térreo)
Classificação: Livre
Grátis


 

Voltar