06/05/2019 - En Danseuse - Histórias de Danças - SP


En Danseuse é um projeto coreográfico baseado em um processo de investigação e composição que tem como centro o corpo do coreógrafo-bailarino, as suas memórias e histórias de danças. A obra é criada a partir de uma série de colaborações com coreógrafos de diferentes contextos, gerações e trajetórias, compondo uma “coleção de danças” que se inscreve em um dispositivo cenográfico de imagens e sons.

Em São Paulo, no Sesc Consolação, duas novas danças são criadas em colaboração com as coreógrafas Elisabete Finger e Key Sawao, e passam a fazer parte da coleção.

En Danseuse nasce da ideia de que o corpo do coreógrafo é a fonte da sua obra, contendo em si uma verdadeira História da Dança. Essa história é vasta e particular, feita de danças vividas, mas também de tudo que foi visto ou imaginado, tudo que se inscreve no corpo como “material coreográfico”. É a partir do corpo do coreógrafo, de sua experiência íntima, que se encontra a origem da sua dança. Cada coreógrafo é também um bailarino, que coloca em movimento uma memória viva de si e do outro, é um historiador ativo, que carrega consigo uma história singular e subjetiva da dança.

Procedimentos de criação

Para a construção dessa peça, Alain Michard realiza diversas sessões de trabalho, cada uma reunindo um ou dois coreógrafos. Nestes períodos de criação, os arquivos pessoais de cada coreógrafo são explorados (imagens, textos, desenhos, partituras, entre outros) e sons são coletados (entrevistas, arquivos de áudio, sons de danças, etc). Um solo de dança é criado e filmado com cada artista, passando a fazer parte da coleção En Danseuse.

A partir de uma busca profunda na memória de cada coreógrafo, as danças são submetidas ao dispositivo de filmagem. A câmera assume aqui um papel de instigadora, de iniciadora. Isso permite que assistamos ao nascimento de uma dança, feita de todas as danças que o corpo do bailarino-coreógrafo carrega.

Dispositivo cenográfico

Essa “coleção de danças” filmadas é reunida em um dispositivo cenográfico que coloca imagem e som em relação. Três telas apresentam os solos dançados pelos coreógrafos que participaram do projeto até aqui. De uma tela a outra, as danças se encadeiam, se cruzam, se associam e dialogam umas com as outras. Durante o programa de 32 minutos de duração, o espectador é livre para circular e olhar o conjunto das três telas ou para concentrar-se em uma tela específica, em uma coreografia em particular. Esse efeito de composição é realçado pelo dispositivo sonoro.

A trilha sonora é constituída pela memória sonora dos coreógrafos, entrevistas e sons de suas danças. Duas partituras sonoras funcionam em paralelo: uma partitura global - difundida por todo o espaço cênico - e uma partitura específica de cada filme - reproduzida pelas caixas direcionais que estão próximas a cada tela. As partituras sonoras enriquecem uma a outra, e transitam do primeiro ao segundo plano de acordo com a posição do espectador. O público é convidado assim a uma experiência por vezes individual por vezes coletiva. Os sons emitidos criam uma ligação física e estética entre a dança e o espectador.

En Danseuse é uma coleção viva, um projeto contínuo, em andamento. A parte 1, exibida aqui, contou com a colaboração de 13 coreógrafos, de diversos lugares do mundo: Katerina Andreou, DD Dorvillier, Elisabete Finger, Rémy Héritier, Emmanuelle Huynh, Lenio Kaklea, Jennifer Lacey, Julie Nioche, Miguel Pereira, Laurent Pichaud, Key Sawao, Filiz Sizanli e Loïc Touzé.

Foto: Felipe Morozini - Elisabete Finger

Equipe

Concepção, coreografia e realização – Alain Michard
Colaboração artística-vídeo – Alice Gautier
Criação de som – Manuel Coursin
Direção técnica – Aurélie Ganachaud
Luz – Ludovic Rivière

Equipe Brasil

Coreógrafas convidadas – Elisabete Finger e Key Sawao
Produção – Carolina Goulart
Assistência de produção e monitoria de exposição – Larissa Ballarotti
Técnica de vídeo – Paula Ramos
Técnica de luz – Laura Salerno
Técnica de som – Alessa Camarinha

Produção | LOUMA

Coproduções e apoios

Les Laboratoires d’Aubervilliers, Atelier de Paris/CDCN, Le Quartz-scène nationale de Brest (Fonds de dotation), CN D-Un centre d’art pour la danse, Kunstencentrum BUDA-Courtrai (BE), Région Bretagne com o CNC, Charleroi danse, Centre Chorégraphique de Wallonie – Bruxelles (BE), Sesc São Paulo, Institut Français du Brésil – Antenne de São Paulo / Consulado Geral da França em São Paulo.

En Danseuse tem apoio do Musée de la danse - CCN de Rennes e Bretagne, Réservoir danse – Rennes, e TU - Nantes.

LOUMA é mantida pelo Ministère de la Culture-DRAC Bretagne, pela Région Bretagne e pela Ville de Rennes.

Voltar