17/05/2019 - 5 dicas fundamentais para aprender a dançar bem


De forma comprovada, dançar é uma experiência que faz bem não apenas para o corpo, mas para a mente. Não é a toa que a atividade é uma forte aliada no combate a doenças como a depressão. Então, se você leva a sério este momento e não vê a hora de aprimorar os seus passos, está no lugar certo.

Este post fala exatamente sobre dicas fundamentais para conseguir usufruir de todos os benefícios desta atividade e melhorar o desempenho nas suas aulas de dança.

Benefícios da dança

Sempre é bom lembrar tudo aquilo que a dança pode fazer por nós. Desta forma, criamos uma compreensão diferenciada de avaliação sobre nossos passos. Você pode sonhar em ser um bailarino profissional ou simplesmente encontrar na dança um hobby. De qualquer forma, ela pode e vai fazer muita coisa por você:

  • Ajudar a perder a timidez
  • Aumentar a autoestima
  • Fortalecer a autoconfiança
  • Amplia o círculo de amizades

Esta lista ainda pode ser maior, mas já dá para ter uma ideia das transformações que aprender a dançar pode gerar.

Aprenda a dançar bem com estas 5 dicas importantes

1. Evite a cobrança extrema

O excesso de cobrança pode ser uma armadilha para o seu aprendizado. Ele chega acompanhado de pensamentos negativos e faz você pensar que nunca será bom o suficiente. Além disso, ressalta sentimentos de fracasso e culpa. Logo, a angústia acaba por atrapalhar todos os resultados benéficos que a dança deve proporcionar.

Mas como falamos antes, a dança é exatamente o contrário de tudo isso, não é mesmo? Então tente prestar atenção e ao menor sinal de que você está se cobrando demais, trabalhe para reverter esta situação. Talvez ao fazer isto você perceba que pode estar agindo da mesma forma em outros aspectos da sua vida. Relaxe e seja legal com você mesmo!

2. Trabalhe o medo de errar

Não deixe com que o medo de errar paralise. Erros e acertos são partes saudáveis do aprendizado. Trabalhe a resiliência sempre olhando para a sua trajetória de forma a identificar todos os obstáculos que superou e a evolução que teve até o momento.

3. Busque referências

Uma forma eficiente de aprender algo é ter boas referências. E se você quer aprender a dançar bem, busque modelos de inspiração. Pode ser o professor de dança, um colega de aula ou qualquer outra pessoa. No entanto, esta não é uma forma de comparação. Isto porque cada um tem um tempo de aprendizado e habilidades diferentes. É apenas aquela pessoa que traz inspiração para que você continue dançando, seja pela técnica, pela maneira como conduz os movimentos ou pela forma como que se entrega para a dança.

4. Busque amadurecimento

A expectativa faz parte do aprendizado. Você começa a sua aula de dança e logo quer dominar todos os exercícios. Isto é saudável, mas compreenda que o aprendizado precisa de um tempo para amadurecimento. Saiba respeitar cada etapa que precisar passar para que não bata a vontade de desistir.

5. Atualize formas de motivação

Suas formas de encontrar motivação precisam ser atualizadas sempre que possível. Essas motivações podem ser:

  • internas: pense em bons motivos para dançar, aprender e sempre melhorar. Esta é a forma mais eficaz de se manter motivado, pois essa força vai afastar as oscilações de comportamento e pensamentos. Você pode chamar de força interior!
  • externas:  aqui entra o apoio da nossa rede de contatos, amigos, colegas, família e professores. Esteja cercado de pessoas que te motivem. E se você gosta de uma competição saudável, esteja perto de pessoas que proporcionem este desafio.

Inevitavelmente, aprender a dançar bem depende do quanto você está disposto a se desafiar. Por isso, encare as exigências do professor como um degrau fundamental para que consiga vencer etapas e evoluir. Veja desta forma todas as dificuldades que surgirem neste sentido.

Conheça o workshop de psicologia da dança: http://http://www.mariacristinalopes.com/curso-psicologia-da-dan-a.html

Texto da nossa parceira Maria Cristina Lopes | CRP5/47829 Sou formada pela PUC-Rio e mestranda pela Universidade de Coimbra. 

 

Voltar