01/06/2021 - 19º Dança em Trânsito terá aulas online e gratuitas em junho


A partir de 4 de junho, começam as primeiras ações do Dança em Trânsito 2021, com aulas de manutenção para profissionais de dança e artes cênicas. Sempre às sextas-feiras, as aulas serão gratuitas e online, mediante inscrição. Para participar é necessário enviar um breve currículo, de até três linhas, para o email online@espacotapias.com.br. As aulas semanais de dança contemporânea serão inicialmente ministradas pela coreógrafa Flávia Tápias – a partir do Método Tápias, criado pela curadora e diretora artística do Dança em Trânsito Giselle Tápias – e posteriormente por professores convidados. Com duração de 1h30, as aulas ficarão disponíveis no canal do YouTube do Espaço Tápias

 A 19ª edição do Dança em Trânsito começa em outubro e segue até dezembro em formato híbrido, presencial e online, percorrendo diversas cidades. Mais informações serão divulgadas à frente. Apresentado pelo Ministério do Turismo, o festival internacional é patrocinado pelo Instituto Cultural Vale e Engie.

Foto: Flávia Tápias em Ouroboros – Galpão Gamboa/Crédito da foto: Fernanda Vallois

SERVIÇO

Aulas de Dança Contemporânea / Método Tápias 
Manutenção para profissionais de dança e artes cênicas

Data: sextas-feiras (A partir de 4 de JUNHO)
Horário: das 13h30 às 15h 
Inscrições: envio de currículo (3 linhas) para o email online@espacotapias.com.br

Apresentado por: MINISTÉRIO DO TURISMO 
Patrocinado por: INSTITUTO CULTURAL VALE e ENGIE 
Realização: ESPAÇO TÁPIAS -  SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA  - MINISTÉRIO DO TURISMO - GOVERNO FEDERAL - PÁTRIA AMADA BRASIL 

Dança em Trânsito

Criado em 2002, o Dança em Trânsito é um festival internacional de dança contemporânea que tem por objetivo valorizar, promover e democratizar esta expressão artística, seja pelo intenso intercâmbio entre artistas e companhias do Brasil e do exterior, como também pela itinerância, percorrendo desde as grandes cidades até pequenas localidades no interior do Brasil, em teatros ou espaços públicos. Sua atuação abrange ainda residências artísticas, com oficinas de criação e workshops, abrindo canais para novos talentos da dança e a formação de plateias, além de estimular o interesse pelas artes e pela dança. O festival é parte do projeto Ciudades Que Danzan, que reúne 41 cidades em diversas partes do mundo com o intuito de difundir a dança contemporânea. Desde a sua criação, o Dança em Trânsito já realizou mais de 650 apresentações de dança contemporânea, abrangendo 103 companhias nacionais e 59 internacionais, de 18 países, passando por 26 cidades no Brasil e no exterior, para um público de mais de 48 mil pessoas. A edição 2020, 100% online, envolveu 739 participantes de 68 cidades e 18 países, com um total, entre transmissões e redes sociais, de mais de 170 mil acessos.   

Voltar