02/07/2021 - Dança e moda: você conhece o bailarino Harper Watters e seu estilo inconfundível?


Sobre a evolução de seu estilo

Quando entrei para a companhia, estava determinado a abandonar o uniforme todo preto da academia e começar a criar looks personalizados e  mais vibrantes. Agora, curiosamente, voltei para o look totalmente preto para meus aquecimentos, que geralmente é meu moletom IVY PARK e calças Reebok, combinadas com meias brancas. 

Mudamos o tempo todo, isso nos faz criar um estilo próprio e original.

 

Combinando estilo e emoção

Os bodys shorts sempre uso, não importa muito o que estou ensaiando, mas a paleta de cores definitivamente mudam dependendo do que estou ensaiando. Para trabalhos como Wings of Wax ou Jacob's Pillow, uso cores mais escuras - angustiantes e emocionais. 

Quando dancei Camille em The Merry Widow, quase sempre tentei usar uma camisa de manga comprida durante todo o trabalho de pas de deux.  Geralmente sempre penso na roupa de acordo com o trabalho que estou criando.

 

Peças especiais

Minhas camisetas são como pequenas lembranças que guardam momentos especiais para mim, então vou tentar vesti-las de acordo com o humor que eu quero ou preciso para dançar naquele dia. Todas as noites de estreia, visto a camisa do quebra-nozes do ano em que fiz minha estreia como o príncipe. Eu tenho camisetas desde meus dias em Walnut Hill que eu uso quando quero me lembrar de continuar trabalhando e treinando. Tenho camisas de dançarinas que admiro e que vou usar se quiser me concentrar.

 

Atenção aos cortes das peças

O corte é muito importante para mim. Existem certas partes do corpo que temos mais curvas, então procuro peças que acentuam e elevam as áreas que quero que fiquem deslumbrantes. 

Às vezes, é preciso prestar atenção se a roupa está desfavorecendo alguma técnica e prejudicar sua performance.

Fonte: dancemagazine.com

 

Voltar