03/09/2021 - Grandes nomes do Break Dance para você conhecer


Você sabia que o breaking é um dos elementos que compõem a Cultura Hip-Hop? Esse estilo de dança carrega toda a ideologia de rua. Os "membros" e coletivos são chamados de Crews e tem sua própria estética retratada na música, arte e dança. 

É interessante perceber que cada país tem um estilo próprio no Breaking, os brasileiros, por exemplo, agregam grandes influências na capoeira como gingado.

Vamos conhecer alguns nomes desse movimento incrível? 

PELEZINHO

Natural de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, foi um dos B-Boys que, ao lado do francês Lilou e do mexicano RoxRite, teve a ideia original de criar o Red Bull BC One All Stars, em 2009. "O breaking mudou minha vida", diz Pelezinho, cuja carreira já soma mais de 20 anos. Hoje, o brasileiro é um dos principais dançarinos do planeta, com uma carreira estável que estourou em 2005, quando participou pela primeira vez da final mundial do Red Bull BC One.

LILOU 

Primeiro bicampeão mundial do Red Bull BC One, Lilou construiu uma reputação inabalável na cena. "Ganhar duas vezes significa que faço parte da história do breaking e isso me deixa muito feliz", comemora o francês. Lilou é faixa preta em kung fu desde os 16 anos, e a mentalidade da arte marcial o ajudou na dança: para ele, a característica mais importante de um B-Boy é a determinação – não apenas nas batalhas, mas na prática diária e no estilo de vida.

NEGUIN

Único latino-americano campeão mundial do Red Bull BC One (em 2010, em Tóquio, no Japão), Neguin busca sempre passar mensagens positivas por meio do breaking. Seu estilo único, que vem sendo construído desde que ele tinha 14 anos de idade, tem influências da capoeira e carrega todos os valores que o brasileiro aprendeu com a família: "Eles me ensinaram as coisas boas da vida: educação, cultura e sempre curtir o que faço".

AMI

Primeira B-Girl a entrar para o Red Bull BC One All Stars, Ami fez história ao se tornar a primeira vencedora do título mundial do Red Bull BC One (em 2018, em Zurique, na Suíça). A japonesa dança desde 2009, quando tinha apenas 10 anos de idade, e sente muito orgulho de fazer parte da crew, com quem tem mais chances do obter experiências diferentes pelo mundo. "Para mim, isso é a coisa mais emocionante, porque eu me inspiro muito nisso", comemora.

CICO

Representante italiano da crew, Cico ganhou o apelido de "Príncipe da Energia" graças aos seus movimentos extremamente dinâmicos. Ele detém o recorde mundial de maior número de 1990 – manobra na qual o breaker gira continuamente em apenas uma mão – seguidos, com 27 voltas ininterruptas. "Eu gosto de voar, sempre gosto de atingir o limite", diz o B-Boy, que se apaixonou pelo breaking aos 10 anos de idade e nunca mais parou.

LOGISTIX

Logistix começou a dançar em 2011, aos 9 anos. Especialista em top rock, a estadunidense possui formação em vários estilos, mas é conhecida principalmente por sua coreografia e movimentos influenciados pelo hip-hop. Uma de suas maiores conquistas (até agora) foi a vitória na competição solo Silverback Open B-Girl 2018. "Foi realmente estimulante e também louco saber quantas pessoas realmente se inspiraram em mim naquela noite", lembra a B-Girl.

KASTET

Mais nova integrante do Red Bull BC One All Stars, Kastet é atualmente a melhor B-Girl do mundo. Isso porque ela foi a única a vencer duas vezes o Red Bull BC One – em 2019 e 2020. E o fato dela vencer dois anos seguidos é algo inédito tanto na competição feminina, quanto na masculina. "Meu segredo é que não tenho medo de perder, eu vivo o momento.", diz a russa.

SUNNI

Sunni começou a praticar breaking aos 10 anos e sua dança mistura estilos modernos e antigos a movimentos originais. Uma de suas maiores inspirações é Hong 10 e, segundo o britânico, um bom B-Boy deve “sempre mostrar sua personalidade, individualidade, desejo de competir e dedicação”. Entre os destaques de sua carreira estão as vitórias no Notorious IBE, Unbreakable e no UK B-Boy Championships, além de ser o primeiro membro do Red Bull BC One All Stars do Reino Unido.

Fonte: www.redbull.com/br 

Fotos: reprodução  www.redbull.com/br

Voltar