05/10/2021 - Autobiografia e ficção fazem a Terça Aberta no Kasulo


A Terça Aberta no Kasulo de outubro, que acontece no dia 5, às 19h, em live transmitida ao vivo pelo Instagram diretamente do espaço – https://www.instagram.com/_kasulo/  – ainda sem a presença de público, apresenta duas performances que mesclam autobiografia e ficção: “Permissões e Frequências”, de Alexandra Tavares e Eduardo Joly, e “Ambulatorial”, de Amanda Correa. Parte do “Projeto Kasulo em Diálogo”, na sequência, rola uma boa conversa entre os artistas, com a participação do público, mediada pela atriz Janaina Leite (Grupo XIX de Teatro) e a bailarina Vanessa Macedo (Cia Fragmento de Dança), curadoras do projeto.

“Permissões e Frequências”, peça concebida e interpretada pela atriz e dançarina Alexandra Tavares, com dramaturgia sonora e audiovisual de Eduardo Joly, traz uma mulher e sua estranha obsessão em ser invadida por infinitos. Alexandra Tavares é atriz formada pelo Indac, dançarina Graduada pelo curso de Dança da Universidade Anhembi Morumbi, e educadora do movimento somático pelo BodyMindMovement Brasil. Eduardo Joly fez pós graduação em dramaturgia e roteiro pela Escola Superior de Artes  Célia Helena, especialização em Poesia Dramática na PUC-SP e é treinel formado pelo Centro de Capoeira ‘Angoleiro Sim Sinhô – Mestre Plinio’. Juntos, os dois artistas realizaram os trabalhos solos “Moimórias” (Proac 2010) e “5 e 45” (Prêmio Myriam Muniz 2012) e,  atualmente estão envolvidos no projeto “Berne”, uma investigação sobre a alteridade.

Em “Ambulatorial”, solo de dança autobiográfico de Amanda Correa, sobre a rotina de tratamento em um Ambulatório de Transtorno Alimentar, repetições, afetos, remédios, privadas e balanças são desvelados ao longo das cenas, que não pretendem esgotar nem glamourizar os sentidos do sofrimento. No diário dançado, gestos e narrativas evocam o debate acerca da construção dos padrões de corpos femininos na contemporaneidade. Graduada em Dança pela Universidade Anhembi Morumbi, Amanda Correa cursou Summer School na P.A.R.T.S., em Bruxelas (BE). Já integrou a Cia Mariana Muniz e o Núcleo Aqui Mesmo e, junto com o historiador Fernando Mafra, dirige o projeto “Ocupação Corpo”, do Núcleo Destempos, contemplado pelo edital de Ocupação e Residências Artísticas nos apartamentos do Pólo Cultural Municipal e Criativo Vila Itororó.

Kasulo em Diálogo

Localizado na Barra Funda, em São Paulo, o Kasulo – Espaço de Arte tem, desde 2008, fomentado culturalmente a região do seu entorno, e atuado na produção e expansão da arte cênica na cidade de São Paulo, acolhendo artistas de diversas estéticas para trocas e formação de um público plural.

O Projeto Kasulo em Diálogo” oferece cessão de espaço a artistas e grupos independentes da capital, interior e litoral de São Paulo, que queiram levar temporadas de espetáculos e ações de compartilhamento de processos artísticos, expandindo seu elo cultural.

O projeto foi contemplado com o edital do Proac – Programa de Ação Cultural para manutenção e modernização de espaços culturais, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Ficha técnica dos trabalhos

Permissões e Frequências”

Concepção e Atuação – Alexandra Tavares
Dramaturgia Sonora e Audiovisual – Eduardo Joly
Classificação indicativa: livre | Duração: 20 minutos 

“Ambulatorial”

Concepção, criação e interpretação do solo: Amanda Correa
Direção artística: Carmen Morais e Thais Ushirobira
Operador de som e vídeo: Fernando Mafra
Produção: Alessandra Souza
Fotografia: Allan Hiagon e Fernando Mafra
Captação de imagens e edição da videodança: Caio Vinícius Rosa
Orientação sobre os aspectos psiquiátricos de transtornos alimentares: Leandro Savoy Duarte (Psiquiatra especialista em Transtornos Alimentares pelo Hospital Saint Anne – Paris/França)
Orientação psicológica: Francine Pezzeta (terapeuta corporal e integrante do grupo “Diálogos Formativos” de supervisão de Denise Passos)
Colaborador: Renato Müller (antropólogo e pesquisador do Grupo de Estudos em Práticas Artísticas, Etnografia e Antropologia – PRAEA/UNIFESP.)
*pesquisa iniciada na Gaia Residência Artística –  concepção e curadoria de Leandro Savoy e Carmen Morais.
Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 30 minutos

Foto: Allan Hiagon

SERVIÇO

Terça Aberta no Kasulo – Cia Fragmento de Dança
Com: Alexandra Tavares e Eduardo Joly (“Permissões e Frequências”) e Amanda Correa (“Ambulatorial”)
Data: 05 de outubro de 2021
Horário: Terça, das 19h às 21h
Onde: Virtualmente – Ao vivo com transmissão direta do Kasulo pelo Instagram do espaço: https://www.instagram.com/_kasulo/
Mediação: Janaína Leite (Grupo XIX de Teatro) e Vanessa Macedo (Cia Fragmento de Dança).
Ingresso: Gratuito

Voltar