05/11/2021 - 5 dicas para melhorar sua performance em grupo


Os dançarinos muitas vezes se esforçam para se destacar do conjunto. Mas dançar em grupo - combinando com outros dançarinos no estilo de movimento, tempo e energia - é uma habilidade igualmente importante e igualmente desafiadora, e que, após meses de treinamento em casa, pode precisar de alguns ajustes.

"O trabalho em grupo é muito humano", diz Denise Vale, associada artística sênior da Martha Graham Dance Company. “É um compromisso do indivíduo mergulhar no grupo, mas manter sua individualidade”.

Abaixo você confere algumas dicas para te ajudar nessa jornada:

1) Assistam um ao outro

Observar como outros dançarinos abordam a coreografia pode ajudá-lo a absorver seu estilo de movimento. 

Como pode ser difícil assisti-los em tempo real,  você pode, por exemplo, gravar vídeos das aulas e revisá -los para perceber em que pode melhorar.

Amanda Smith, membro da companhia Dance Theatre of Harlem que ensina dançarinos adolescentes na DTH School, também sugere observar os movimentos de outros dançarinos durante os momentos da aula quando você não está dançando ativamente. “Preste atenção em seus colegas de classe enquanto eles estão cruzando a sala ou no centro, e encontre algo que você admire.

2) Refine Seu Foco

Ficar atento aos outros artistas enquanto você dança - ao mesmo tempo em que direciona seu foco para onde a coreografia exige - significa desenvolver seu "foco interno-externo". “

É preciso praticar o seu foco interior. 

Ele o ajuda a sentir o que está atrás de você e o ajuda a ver perifericamente. Quando você está olhando para fora, também está olhando para dentro - é uma maneira sofisticada de focalizar.

Isso começa nos ensaios, usando o espelho com sabedoria.  Experimente evitar se olhar diretamente no espelho e, em vez disso, use-o para examinar a sala enquanto dança.

3) Treine sua musicalidade

Quando se trata de dançar junto, o tempo é fundamental. Se o ritmo não vier naturalmente, ouça a música sem estar dançando e imagine-se fazendo a coreografia ou conte e bata palmas exatamente como a música soa. É importante ter certeza de que você entende onde está a batida.

Repare: Em um ambiente de audição é importante prestar atenção ao seu redor. Se os bailarinos a sua volta não estiverem seguindo a musicalidade correta, faça você da forma correta, ao invés de dançar com eles.

Dependendo do tipo de coreografia, ser criativo com seu ritmo pode criar uma energia de grupo mais dinâmica. 

4) Respire alto

“A respiração é a poesia de manter as pessoas unidas”. Respirar audivelmente no palco pode ser uma distração, mas durante o ensaio pode ajudar a refinar a dinâmica do grupo para que os dançarinos respirem juntos de forma natural e sutil quando a cortina subir. 

5) Equilibre a individualidade

Dançar em uníssono não significa sufocar sua identidade como dançarino - na verdade, sua individualidade pode ser essencial para trazer à tona o melhor do grupo. 

"Acredito na ideia de Martha de que do grupo vem o indivíduo, e do indivíduo vem o grupo, e acredito primeiro no indivíduo."

Gostou?

Acompanhe o nosso Blog por aqui, toda sexta-feira temos novidades!

Até a próxima.

Voltar