19/11/2021 - Aprenda o Breaking: guia de movimentos básicos


Os passos de breaking podem ser combinados de infinitas maneiras, e por isso cada B-Boy ou B-Girl é único. Mesmo assim, como em qualquer outro esporte, existem elementos básicos para quem quer mandar bem.

Certo, pode até parecer complicado na teoria, mas basta deixar o ritmo fluir para que tudo comece a fazer sentido. Aqui estão oito movimentos que dão base ao breaking pra você começar a dançar agora.

 1. Top Rock

Top Rock é uma sequência de passos feitos em pé, logo antes do B-Boy ou B-Girl iniciar seus movimentos no chão. Não existem regras quanto à duração de um top rock, mas ele não costuma ultrapassar oito tempos de uma música. É nesse momento, combinando variações de top rock – como o indian step e o cross step – e movimentos de mãos e braços, que o dançarino mostra toda sua ginga e capacidade de entrar no ritmo da música.

2. Go Down

Go Down ("descer", em inglês) é um movimento intermediário que o breaker usa para sair do top rock e começar a dançar no solo. O ideal é que essa transição seja feita naturalmente, sem que haja quebra no ritmo. Para isso, o B-Boy ou a B-Girl pode se utilizar de vários elementos do breaking, como freezes, power moves e tricks – continue lendo para saber mais sobre cada um deles.

3. Footwork

Footwork ("trabalho de pé", em inglês) é quando um breaker já está no solo e coloca as mãos no chão para dar suporte a seu corpo enquanto move os pés e as pernas de diversas maneiras – principalmente em movimentos rítmicos de rotação circular, utilizando também os quadris, ou ainda estabelecendo padrões de movimentos em linhas retas, diagonais ou da maneira que bem entender. Alguns dos footworks mais conhecidos são 6 step, 3 step, shuffle, kick out e CC.

4. Freeze

Um freeze ("congelamento", em inglês) é quando um B-Boy ou B-Girl mantém uma determinada posição por alguns segundos, como se tivesse sido congelado. Isso geralmente é feito para marcar algum momento mais dramático da música ou para finalizar uma sequência de movimentos. Exemplos de freezes clássicos: baby freeze, chair freeze e elbow freeze.

5. Transition

Transition ("transição", em inglês) é qualquer movimento que os breakers utilizem para finalizar passos ou combinar footworks, freezes, tricks e/ou power moves. Podem ser sweeps, pretzels e spins e, quando bem feitos, são imperceptíveis e ajudam o B-Boy ou a B-Girl a manter o ritmo durante toda sua sequência.

6. Power Moves

Power moves ("movimentos de poder", em inglês) são os elementos mais dinâmicos do breaking. É claro que muitos outros elementos têm poder, mas um power move geralmente acontece quando um B-Boy ou B-Girl impulsiona seu corpo em uma rotação contínua, equilibrando-se nas mãos, cotovelos, cabeça, costas ou ombros. Entre head spins, flares, air flares, windmills, 1990s e outros, o B-Boy ou B-Girl pode fazer o mesmo power move continuadamente e terminar a sequência com um freeze ou combinar vários tipos de power moves.

7. Trick

Um trick ("truque", em inglês) é quando um B-Boy ou B-Girl adiciona um toque pessoal a elementos básicos do breaking. O dançarino pode andar sobre as mãos no meio de um power move, por exemplo. As possibilidades são infinitas e um improviso bem feito sempre pega bem.

8. Flip

Flip ("giro", em inglês) é quando um breaker pula e gira uma ou mais vezes enquanto está no ar. Esses movimentos acrobáticos e cambalhotas são utilizadas por B-Boys e B-Girls para deixar suas apresentações mais dinâmicas.

Um B-Boy ou B-Girl costuma fazer pelo menos três desses oito elementos em uma apresentação de breaking. O segredo é treinar muito para conseguir executar cada um desses movimentos com perfeição e combiná-los de um jeito novo, original, surpreendente e sempre dentro do ritmo.

Fonte: redbull.com

Voltar